E PERSEVERAVAM NA DOUTRINA DOS APÓSTOLOS

 “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.” Atos 2:42

Introdução:
Como nos anos anteriores o Senhor tem nos dado um lema, uma palavra, para que possamos aplicá-la no nosso viver no decorrer de todo este ano. O Lema é uma revelação do Senhor e sempre vem acompanhado de um propósito de Deus para os seus servos.
Neste ano o Senhor deixou para nós o seguinte LEMA: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.” Atos 2:42
Assim, devemos aprender o que significa o lema, para que possamos segui-lo todos os dias, especialmente, deste ano.
Desenvolvimento:
O texto do lema fala dos irmãos da Igreja Primitiva. Esta igreja teve o nome de “primitiva” porque ela foi levantada pelos doze apóstolos do Senhor Jesus. Os apóstolos (mensageiros, enviados) de Jesus eram, na sua maioria, homens simples, e Jesus lhes ensinou tudo o que era necessário saber Dele e de sua doutrina.
Mas o que são as Doutrinas de Jesus? (ouvir as classes) Onde as encontramos? (ouvir as classes) Doutrinas são os ensinos dados pelo Senhor Jesus para a sua Igreja seguir, e as doutrinas estão na Bíblia – A Palavra de Deus. "Jesus lhes respondeu, e disse: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou." João 7:16
A Bíblia nos conta que muitos que ouviram (homens, mulheres, idosos, jovens, adolescentes e crianças) as pregações dos apóstolos (apóstolo = mensageiro, enviado), receberam de bom grado a Palavra de Deus e se converteram.
Mas será que aqueles que se convertiam eram todos iguais? Tinham os mesmos pensamentos? Não! Eram pessoas que vinham de lugares diferentes, com costumes e conhecimentos diferentes, que precisavam conhecer e entender a Palavra de Deus. Por isso, os apóstolos se preocupavam em lhes ensinar todas as doutrinas (ensinos) de Jesus, para que eles conhecessem a verdade acerca do Reino de Deus, e não fossem enganados por falsos ensinos.
E hoje, da mesma forma, nós precisamos aprender todos os ensinos da Palavra de Deus, as doutrinas ensinadas por Jesus, para que nós não sejamos enganados por tantos falsos ensinos que de tantas formas querem nos desviar do caminho da verdade. Hoje vemos muitas pessoas sendo enganadas por não conhecerem a Palavra de Deus, as doutrinas de Jesus, e por isso, logo se desviam do caminho da verdade.
Nós devemos ser como os irmãos da igreja primitiva, que perseveravam na doutrina dos apóstolos.
Mas o que é perseverar? Perseverar é permanecer firme e constante, sem mudar.
Mas quais são as doutrinas básicas (principais) que o Senhor Jesus deixou para a Sua igreja?
·      A Palavra Revelada: No mês de setembro aprendemos sobre a Palavra Revelada e vimos que Deus revela aos seus servos os segredos da Sua Palavra. Quando permitimos que Deus revele a nós a Sua Palavra, nós estamos aprendendo a nos desviar do caminho mau, pois aquele que segue a Palavra de Deus não andará em trevas. “Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.” João 8:12; “Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho”. Salmos 119:105.
·      O Poder do Sangue de Jesus: Em novembro aprendemos sobre o poder do sangue de Jesus, que é uma arma poderosa que devemos usar todos os dias da nossa vida. O sangue de Jesus renova a nossa comunhão com Deus, nos traz proteção, livramento e salvação (Ex: Nos livra de acidentes, guarda a nossa casa, etc.). “Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.” I Jo 1:7
·      Igreja, Corpo de Cristo: Neste ano vamos aprender sobre que a igreja é o Corpo de Cristo. Devemos nos lembrar a cada dia, que somos parte do Corpo de Cristo e não deste mundo, que combate contra o Senhor Jesus e a sua Igreja. Nós fazemos parte da igreja que um dia vai ser arrebatada, e vai morar para sempre com o Senhor na eternidade. “Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular”. I Coríntios 12:27
·      Salvação: Hoje vemos muitas pessoas que aceitam Jesus, mas continuam fazendo as mesmas coisas que faziam antes. Mas salvação não é só no dia que você aceita Jesus (ato), mas é todos os dias (processo). Salvação é andar no caminho, que é Jesus. Só Jesus pode nos salvar.  “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. João 14:6
·      Fé: Fé é deixar Deus dirigir as nossas vidas. É crermos nas promessas de Deus para nossas vidas. Hoje, muitas pessoas vivem pela sua razão (Ex: Eu acho isso, eu penso assim), elas não creem que Deus pode operar nas suas vidas. Jesus nos ensinou que todo aquele que crer, ainda que esteja morto viverá.  “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;” Jo 11:25; “...porque o justo viverá pela fé”. Gálatas 3:11b
Conclusão:

Vamos guardar o Lema deste ano nos nossos corações: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.” Atos 2:42


Os irmãos da igreja primitiva perseveraram firmes na doutrina dos apóstolos. E nós, da mesma forma, vamos permanecer firmes nas doutrinas que o Senhor Jesus deixou aos seus servos. Não queremos andar segundo os conselhos deste mundo, os falsos ensinos, mas queremos andar segundo as doutrinas da Palavra de Deus. Permanecendo assim, vamos continuar em comunhão, firmes na caminhada rumo aos céus! 

A ESPERANÇA DA IGREJA

Tema: A esperança da Igreja
"Porque o SENHOR será a tua esperança; guardará os teus pés de serem capturados." Provérbios 3:26
Introdução:
Vivemos os últimos dias da igreja fiel deste mundo. Onde cada dia que passa as pessoas tem perdido a esperança e a confiança. 
Mas há um conselho do E.S. para colocarmos a nossa esperança e confiança no Senhor.
Desenvolvimento:
"Porque o SENHOR será a tua esperança; "
A grande esperança da igreja tem sido sempre a segunda vinda do Senhor Jesus. Está esperança não é algo que gostaríamos muito que acontecesse, mas pode não acontecer, e que, mesmo assim, continuamos a esperar. Normalmente quando se usa a palavra " esperança " há sempre um elemento de dúvida. Por exemplo, o pai pode ter esperança que o filho um dia seja médico ou a jovem pode dizer que espera casar com o homem dos seus sonhos. Pode acontecer ou não. 
Mas quando falamos da esperança da igreja não estamos falando dessa espécie de esperança. A palavra " esperança " usada no Novo Testamento a respeito da segunda vinda de Cristo é a tradução da palavra grega Elpis que fala duma esperança sem dúvida. É algo que vai acontecer com certeza. "O Senhor Jesus Vem". 
Faz parte do projeto de Deus e vai acontecer no tempo determinado, porque foi anunciado pelos os profetas, pelo o Senhor e pelos apóstolos e porque a Palavra do Senhor nunca falha. Cumpre-se sempre no tempo do Senhor.
" Guardará os teus pés de serem capturados."
Estamos em uma caminhada dinâmica e direcionada pelo o Espírito Santo. Muitos são os embates que tentaram parar a igreja ao longo da história. 
Mas o Senhor foi e tem sido conosco nos concedendo as vitórias para prosseguirmos em rumo as mansões celestiais. 

Temos a consciência que somos frágeis e que estamos em uma batalha espiritual e principalmente que somente o Senhor pode nos livrar das ciladas e armadilhas daquele que não ama as nossas almas. 
Deus tem guardado e fortalecido seu povo através da sua Palavra que é viva. 
Somos um povo que foi liberto pela ação do poder do Sangue de Jesus. Fomos libertos para servir ao nosso Amado e Salvador Jesus  Cristo. 
Conclusão:
Em quem você tem posto a sua esperança e confiança? 
A igreja fiel tem colocado toda a esperança e confiança na promessa que Deus tem feito a todo crê em Jesus como o seu único e suficiente Salvador.
A promessa gloriosa e que almejamos é está: " Maranata= O Senhor Jesus Vem".
Josenilson Félix

LEMBRA-TE DE ONDE DEUS TE TIROU

TEMA: LEMBRA-TE DE ONDE DEUS TE TIROU.

II CRÔNICAS 17:7

"Eu te tirei do curral de trás das ovelhas, para que fostes chefe do meu povo de Israel."

Introdução:

Israel vivia momentos difíceis. Saul havia desobedecido ao Senhor, Deus o rejeitou como Rei e agora a primeira providência é que Samuel:
1) Enchesse o vaso de azeite
2) Venha a Deus e Ele apontaria o caminho a casa de Jessé
3) Proveria um Rei
Desenvolvimento:

Samuel = teme Saul e teme ser morto. (I Samuel 16:2)
Mas Deus o manda sacrificar a Ele. Nos mostrando que diante de qualquer atitude a ser tomada o clamor pelo sangue de Jesus não deve faltar e a importância da doutrina.
Ele convida Jessé e os anciãos a participarem do sacrifício = o corpo presente o sacrifício, o azeite, na cidade de Belém = casa de pão, tudo estava pronto. Era o momento propício para a operação do Senhor. O reinado de Saul já estava rasgado. (I Samuel 15:27-28).
Ele havia pecado, fez o que era mal aos olhos de Deus, levou o povo ao pecado e Deus o rejeitou. Mas Deus nunca abandonou o seu povo. Nosso Deus é um Deus de providência e misericórdia.
Samuel estava velho, temia Saul, mas Deus precisaria fortalecer a base daquele reinado, tiraria Saul e levantaria outro Rei segundo o seu coração. Saul era um Rei segundo a vontade do homem. Ele levantaria Davi segundo o seu coração.
            Ali Samuel não diz nada a ninguém, não conta aos anciãos o que fora fazer na casa de Jessé, mas ali era a operação do Senhor. Era Samuel de barro, e como instrumento. O Senhor como o Provedor e  Conhecedor, Dono desta obra.
            No silêncio daquele momento de sacrifício, Deus trabalhava em prol de seu povo, era um momento muito especial entre Deus e Samuel, era um momento em que no silêncio Deus estava falando. Ninguém ouvia a sua voz, ninguém sabia o que estava ocorrendo, mas durante aquele sacrifício, Deus estava separando, escolhendo um homem valente, um nobre para levar a sua obra.
            Um a um dos filhos de Jessé e cada um que se apresentava no silêncio, Deus falava a Samuel "não é este". Passaram-se os 7 filhos de Jessé. Podemos imaginar Jessé vendo Samuel examinar seus 7 filhos. Ele devia estar sem entender o que ocorria no coração de Samuel, mas ali o que ocorria no silêncio, era o cuidado do Senhor em preservar a sua obra e seu povo. Ele não escolheu Eliabe que tinha aparência, porque esta obra não é de aparência!
E quando Samuel pergunta a Jessé se acabaram os jovens, Jessé responde que falta o menor que estava apascentando ovelhas. E ele diz "envia e manda o chamar, porquanto não nos assentaremos em roda da mesa até que ele venha aqui". Ali Davi foi ungido e o Espírito do Senhor se apoderou dele. (I Samuel 16:13)
            Estamos em uma grande obra onde não podemos temer. Samuel teve medo de Saul, mas Deus lhe manda sacrificar, pegar o vaso de azeite, ir a Belém. Deus aponta a solução, o caminho, a saída para aquela situação, que era ir a Belém, e assim Ele providenciaria um Rei.
            Deus já providenciou um Rei que reina sobre nós, Jesus é o nosso Rei. O mais desprezado, mas ungido para nos salvar. Jesus é o nosso escape do rei deste mundo. Jesus nos livra de Saul, do inimigo.
            Davi lutou pelo reinado, pelo povo, Jesus luta por nós. Davi é o tipo de Jesus segundo o seu coração, mas também Davi nos fala do servo desta obra quando Saul se levanta para impedir a obra de Deus, impedir este projeto. Deus te chama meu irmão, Deu te faz lembrar de onde te tirou: do curral de trás das ovelhas.
            Você se lembra de onde você veio? De onde você estava quando ele te chamou quando ninguém te considerava. Talvez você fosse rejeitado, o menor na sua família. Sua vida era uma rotina, cuidando de ovelhas. De trás das ovelhas, cansativo. Como era a sua vida?
            Mas um dia Jesus te viu quando ninguém sabia de você. Ele o viu por trás das ovelhas no curral. Foi de lá que Deus nos tirou. Talvez estávamos sujos, lidávamos com animais, com o mundo, mas ele nos tornou limpo. Quando se sacrificou o Cordeiro, quando a igreja se reuniu e orou, assim como se fez na casa de Jessé.
            Você se lembra quando Deus o chamou para esta grande obra? Quando o caso de azeite foi derramado e você foi cheio do Espírito Santo e o Senhor se aponderou de você? Você se lembra disto? Quando você teve um encontro com Deus? Foi isto o que Davi sentiu. "Eu te tirei do curral de trás das ovelhas, para que fostes chefe do meu povo em Israel."
            Deus levantou Jesus para reinar eternamente em nossas vidas. Deus chamou Davi para reinar para fazer a sua vontade. Ele também te chamou porque se agradou de você e quer usá-lo nesta obra.
            Davi foi chamado ainda menino, mas não viu dificuldade em obedecer. E hoje Jesus conta com seus valentes. Saul está aí, o mundo há um oposição a Deus.
            Lembremos que o Senhor nos tirou do curral de trás das ovelhas, porque viu em nós o seu desejo de nos abençoar, nos encheu do seu Espírito Santo, nos fez vencedores.
            Davi venceu a muitos e esta obra é semelhante a obra de Davi. Muitas lutas virão, mas Deus no faz vencedores, Deus tem separado os que lhe são úteis nesta obra. Somos privilegiados porque dentre tantos, Ele nos viu no curral das ovelhas. Os filhos de Jessé estavam em casa, mas Deus viu Davi no curral, para Deus não há distância para abençoar quando ele chama para esta obra. Ele nos chama certo de que pode contar conosco. Quantos "Davis" estão aqui. Não importa a sua condição, Deus vê o seu coração, a sua disposição, Ele quer contar com você nesta obra.

Conclusão:

            Lembra-te de onde Ele te tirou. Tenhamos um coração de gratidão, trabalhemos por este Reino de Davi que é eterno. Jesus da descendência de Davi. Há uma recompensa para os que se dispõem, que é a vida eterna.


            Josenilson Félix